Bem-vindo ao Gonzagão Online – Desde 2001 dedicado à divulgar a vida, história e obra de Luiz Gonzaga.

Paul McCartney muda repertório e saúda Luiz Gonzaga no segundo show no Recife

Compartilhe

Paul McCartney é mesmo um gentleman, um mestre na arte da conquista. Além de se esforçar para interagir com o público falando frases em português, soltar sorrisos e agradecimentos durante o show, o inglês ainda disse para o “povo arretado” e “cabra da peste” que estava cantando na “terra de Luiz Gonzaga”. Assim, o ex-Beatle fechou com chave de ouro a segunda apresentação no Recife, na noite deste domingo (22). O público foi menor do que o do sábado – a última contagem, feita à tarde, estimava em 30 mil pessoas, mas as vendas continuaram por mais algumas horas, com preços mais baixos, especialmente no comércio informal.
Além do carisma do artista, uma outra estratégia foi usada para ganhar o público: alterações no repertório. “Magical Mystery Tour” foi substituída por “Hello, Goodbye” na abertura do show desta noite – e essa não foi a única mudança. “Got to get you in my life”, “Things we said today” e “Helter Skelter” caíram foram do repertório para dar lugar a “Drive my car”, “I’ve just seen a face” e “I saw her standing there”, respectivamente.

As mudanças parecem que envolveram mais a plateia. “Acho que o repertório de hoje agradou mais o público, porque ficou mais acessível. Por exemplo, com a troca de ‘Helter Skelter’, que é mais lado B, por ‘I saw her standing there'”, comentou o professor de direito Alexandre da Maia.
As homenagens permaneceram no setlist. Para sua atual “belíssima” esposa, Nancy, Paul cantou “My Valentine”, e para sua ex-mulher, Linda, “Maybe I’m Amazed” – neste momento, a plateia segurou corações com a foto dela. Teve ainda “Here Today” e “Something”, para lembrar os ex-parceiros John Lennon e George Harrison. Durante o show, McCartney fez questão de contar que estava usando, em algumas músicas, a guitarra original da época dos Beatles.

Ao todo, foram 36 músicas em quase três horas de show. A chuva arriscou cair em um momento da apresentação, mas a noite ficou aberta, calorenta para um inglês. Ainda mais na hora de “Live and Let Die”, quando um show pirotécnico incendiou o público. A passagem de Paul pelo Recife, que abriu a mini turnê “On The Run” no Brasil, vai ficar marcada na memória e no coração dos pernambucanos.
“Nunca imaginei ver um Beatle de perto. Cantei muitas versões deles na Jovem Guarda e também ‘enrolava’ as letras deles mesmo. E quem não conhecia a carreira solo de Paul deve ter gostado do show, pois ele é muito simpático e a banda toca muito”, disse a enfermeira Carla Seixas.
Confira o setlist do segundo show de Paul McCartney no Recife:
Hello, Godbye
Junior’s Farm
All My Loving
Jet
Drive My Car
Sing The Changes
Night Before
Let Me Roll It
Paperback Writer
Lond and Winding Road
1985
My Valentine
Maybe I’m Amazed
I’ve Just Seen a Face
And I Love Her
Blackbird
Here Today
Dance Tonight
Mrs Vanderbilt
Eleanor Rigby
Something
Band On The Run
Ob-la-di, Ob-la-da
Back in the USSR
I’ve Got a Feeling
A Day in The Life / Give Peace a Chance
Let It Be
Live and Let Die
Hey Jude
Lady Madonna
Day Tripper
Get Back
Yesterday
Helter Skelter
Golden Slumbers

Compartilhe