Bem-vindo ao Gonzagão Online - O Maior Portal sobre a vida, a história e a obra de Luiz Gonzaga
Foto de Luiz Gonzaga
  Gonzagão, 25 anos de saudade!
Meu nome é Luiz Gonzaga, não sei se sou fraco ou forte, só sei que, graças a Deus, té pra nascer tive sorte, apois nasci em Pernambuco, o famoso Leão do Norte.
Nas terras do novo Exu, da fazenda Caiçara, em novecentos e doze, viu o mundo a minha cara.
No dia de Santa Luzia, por isso é que sou Luiz, no mês que Cristo nasceu, por isso é que sou feliz.
 
 

NOTÍCIAS
 
 
Compartilhe essa notícia:
24/04/2015

Poema Sinfônico “O Velho Chico”

Poema Sinfônico
Poema Sinfônico "O Velho Chico".
Dia 09 de maio de 2015, às 20:00 horas, no Teatro Eleazar de Carvalho, teatro este construído pelo povo ituano, a OFI – Orquestra Filarmônica de Itu, receberá Premiére Mundial do Poema Sinfônico “O Velho Chico”.

Baseado no drama e alegrias da vida nordestina inspirados em seus rítmos e melodias, numa homenagem a Luiz Gonzaga, sua música e sua gente englobando a saga nordestina. O poema sinfônico é baseado num roteiro e poesia de Miriam Benayoun.

O Poema foi composto pelo internacionalmente reconhecido flautista Edson Beltrami, a pedido da escola de música Eleazar de Carvalho. Há 15 anos a entidade se dedica a formação de jovens de família de baixa renda.

OFI – Orquestra Filarmônica de Itu
Criada em 2008 como parte fundamental da abordagem pedagógica da escola, cujo objetivo e a formação de músicos de orquestra. Para este concerto a OFI contará com a presença de 42 integrantes, formada pó alunos, ex- alunos, professores e músicos convidados e a regência estará a cargo do maestro e compositor Edson Beltrami. Teremos a presença especial de dois berranteiros e um sanfoneiro.

1º Movimento – Lento
A Vida Nordestina
Inicia-se com solo flautim ao longe no tema da introdução de Asa Branca, segue-se uma flauta, mais outra, outra, o clarinete, o oboé um após o outro todos juntos com o fagote, em uma imensa e alegre revoada de pássaros. Ao fundo houve-se um suave vibrato com o tema principal marcando a presença do Rio São Francisco correndo mansamente. Instrumentos de percussão suaves, aumentando o volume do rio. No estilo do “Rio Moldava “ de Smetana. Destaca-se um solo de cello com fragmentos do tema principal, lentamente introduzindo o cotidiano do sertão.
As galinhas no terreiro: o piar alegre do flautim.
As crianças – introduzindo temas infantis, cirandas, etc (como Debussy no “The Children’s Corner Suite) temas sutilmente mesclando-se com o tema do rio.
As cordas vão aumentando o volume do tema principal dominando a presença do Velho Chico, cheio e rápido. Ao fundo as madeiras e metais marcam a presença dos pássaros, num final um pouco caótico e grandioso.

2º Movimento – Lento
A seca
Inicia-se com as cordas em baixo volume com o tema principal . Estabelece-se um diálogo com poucos pássaros: flautim,flauta, oboé, que vão sumindo aos poucos.
As cordas vão sumindo, restando apenas um solo de violino com variações sobre o tema , num andante, que é o caminhar pesado dos retirantes. Entram os cellos e contrabaixos sombriamente aumentando o volume a medida em que mais e mais sertanejos vão partindo num êxodo inevitável. O tema do Velho Chico vai desaparecendo deixando seu leito seco e a terra árida. Predominância dos graves.
A morte pairando no ar com um suave vibrato de contrabaixos em diálogo com o cello e fagote na surdina indo e siando hesitante do tema principal, num diálogo exprimindo a tristeza da terra e do povo. Acaba-se este movimento com um flautim e clarinete, que vão se calando aos poucos pois até os pássaros se vão. .

3º Movimento – Adagio
A Volta das Águas
Inicia-se com a volta lenta e progressiva dos pássaros- madeiras e metais, com variações sobre o tema.
Chegam as 1ªs chuvas : raios , trovões ( temos alguns instrumentos de sonoplastia ), tímpanos, etc pratos. O xilofone inicia as primeiras gotas.
Renasce o sertão: o mato , os bichos, o retorno do sertanejo, e o Velho Chico retornando sua trajetória iniciando com um solo de violino (um fio de rio) crescendo entrando todas as cordas, metais e madeiras, progressivamente chegando a um hino à glória do Velho Chico que fala mais alto através de um cello e trompa, que se destaca em meio a esta explosão musical como tema principal.
O rio cresce a maneira do Moldava quando encontra o mar.

4º Movimento – Allegro
Forró
Neste movimento saímos da abordagem puramente sinfônica para entrar em cheio nos ritmos nordestinos: chachado, baião, etc (a maneira do Mourão de Guerra Peixe), explorando o tema Asa Branca e pelas laterais outros temas populares, que aparecem aqui e acolá, ligeiriamente encobertos pela Asa Branca ao fundo.
Introduz-se 2 ou 3 sanfonas que foram com a orquestra, 1 cantor ou cantora , ou os dois, criando-se uma sonoridade sinfônica nordestina e a variação ambiental de um forró .
Termina-se o poema a maneira do final da sinfonia novo mundo de Dvorak, grandioso , alegre em ritmo nordestino com toda a orquestra, sanfonas e cantores.

Adquira já o seu ingresso!

Data: 09/05/15

Horário: 20 horas

Local de venda: Temec (Teatro Eleazar de Carvalho, Rua Cuiabá, 61 – Bairro Brasil, Itu-SP)

Valor: R$20,00 (inteira) e R$ 15,00 (estudantes, professores, aposentados)

Informações: (11) 4022.0206

 

Fonte: Tânia Faga - Assatemec

 

Acompanhe nossas notícias no Twitter e no Facebook

http://twitter.com/Gonzagao_Online
http://www.facebook.com/Gonzagao


BUSCA NO SITE

MAIS NOTÍCIAS
12/08/2016
02/08/2016
28/07/2016
26/07/2016
17/07/2016
12/07/2016
09/03/2016
15/02/2016
04/02/2016
22/10/2015
14/06/2015
24/04/2015
28/01/2015
04/12/2014
17/09/2014
31/07/2014
28/07/2014
24/07/2014
21/07/2014
12/07/2014



 

 
Família de retirantes nordestinos
Logomarca Gonzagão Online
Gonzagão Online. Desde 2001
Website Não Oficial de Luiz Gonzaga
 
MAPA DO SITE
História
Discografia
Parceiros
Seguidores
Multimídia
Feirinha
Contato
GONZAGÃO ONLINE
Quem somos
Premios e Indicações
Seja um parceiro
Anuncie no site
Divulgue sua banda gratuitamente
Divulgue seu evento gratuitamente
Links